Qual o cachorro mais caro do mundo?

O cachorro é o animal mais amado no mundo todo como pet. Cada um possui seu valor sentimental para seus donos, mas algumas raças em específico são caras e ao mesmo tempo são populares.

Não há dúvidas do quanto os cães são criaturas maravilhosas. São o melhor amigo do homem há séculos, são amorosos, companheiros e defendem com a própria vida aqueles que amam. Esteja você feliz ou triste, seu cão sempre estará ao seu lado. Esse amor todo é incondicional!

Mas existe sim o cachorro mais caro do mundo. É uma raça Tibetana, de rara beleza e um filhote chegou a ser vendido por nada mais nada menos do que R$ 2,7 milhões de reais. Continue lendo este artigo e descubra qual o cachorro mais caro do mundo.

 

Conhecendo o cachorro mais caro do mundo

O cachorro mais caro do mundo é da raça Mastiff (ou Mastim) tibetano. Um filhote dessa raça chegou a ser vendido na China por R$2,7 milhões de reais. O comprador, um milionário barão do carvão, adquiriu o filhote por considera-lo a espécie perfeita de cachorro.

Essa raça tornou-se a mais cara do mundo devido à sua origem e características únicas. Os cães são enormes, e excelentes guardas e por séculos eles vigiavam mosteiros e outros acampamentos, tornando-se uma das raças de cachorros mais antigas do mundo.

O preço do Mastim Tibetano subiu muito, se tornaram sinônimo de poder e status na China. Ele é o cachorro mais caro do mundo por ser considerado de raça pura, originário do Tibete e por não ser encontrado em outras partes do mundo.

 

As características da raça do cachorro mais caro do mundo

Algumas características da raça do cachorro mais caro do mundo, é sem dúvida o seu grande porte e a grande quantidade de pelos longos e grossos. Ele causa medo em algumas pessoas, além de amar o frio.

Sua origem é tibetana, ele vigiava os mosteiros e acampamentos de muitos nômades da época. Passado o tempo, a raça chegou a ser considerada extinta, até que os Ingleses no ano de 1800 criaram novos exemplares para proteger suas casas e o gado.

O Mastim Tibetano só tem tamanho, seu temperamento é muito dócil e brincalhão. Ele se dá muito bem com outros animais e pessoas em geral. O cachorro mais caro do mundo pode ser confundido com o pastor-do-Cáucaso, mas o temperamento dessa raça é totalmente diferente do Mastim.

 

Convivendo com o cachorro mais caro do mundo

A raça Mastim Tibetano é extremamente calma, valente e muito apegado aos seus donos e aos entes da família. O cachorro escolhe uma única pessoa para ser seu dono, a quem ele irá amar e ser fiel por toda sua vida.

O cachorro mais caro do mundo não é facilmente adestrado, por ser muito independente, gosta de fazer tudo do jeito dele e não aceita receber muitas ordens. O Mastim é muito amoroso com crianças, mas é preciso atenção dos adultos, pois devido ao grande porte do cão, a criança pode se machucar sem querer.

O Mastim Tibetano apesar de ser carinhoso e gostar de brincar, ele não gosta e nem caberia no colo das pessoas. Com estranhos, eles podem ser um pouco agressivos, por isso eram usados para proteção devido ao seu instinto protetor.

Esse grande amigo, tem uma excelente saúde, mas pode apresentar alguns problemas que precisam de cuidados especiais. São eles:

  • Displasia no quadril (podendo gerar dificuldade em locomoção)
  • Dermatite (por ter o pelo grosso e longo)
  • Problemas nos joelhos (devido ao peso)
  • Hipotireoidismo (causando aumento de peso e perda de pelos)

 

Com certeza o cachorro mais caro do mundo tem muitas qualidades e peculiaridades, mas para aqueles que amam cachorros, não importa o preço, eles são todos iguais e serão sempre nossos melhores amigos.

Você já sabia de todas essas curiosidades sobre o cachorro mais caro do mundo? Compartilhe nos comentários sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *